Diário de annabell

Ele, eu

Terça-feira, 14 de Janeiro de 2020.
surpreso     

Ele, eu Público
Perguntei se estava tudo bem, apontando que ele não estava conversando muito comigo. Respondeu que eu também não conversava com ele. Procuro nele a desenvoltura nas palavras, um enlace de almas nos diálogos particulares, uma sintonia no trocar de frases que é incapaz de fornecer. Perpasso e ultrapasso o limite do que pode ou quer me dar. O congresso do universo de dois seres nem sempre se conjuga. Frustro a mim pelas expectativas que crio e me fixo em um passado que, em nossas conversas, éramos um. Havia esforço, talvez. Aborreço-me. A culpa cabe a mim por elevá-lo.


  [Voltar]  


Comentários

Comentários (0)




Para fazer comentários, realize o login.





 

Últimos Acessos


 

Destaque

    Twitter Facebook Orkut