Diário de britomartis

Para ele

Domingo, 01 de Dezembro de 2019.

Para ele Público
20h30

Quando eu estava no banho ontem, lembrei deste site. Foi você quem me apresentou. Achei que não faria mal voltar a usar para regular a quantidade que eu tenho escrito no meu diário de papel. Lá, mesmo quando a mão cansa de segurar a caneta, eu continuo completando páginas e mais páginas.


20h35

Eu tenho feito isso tem um tempo. Digo, escrevo sobre você para você.

No tal diário de papel.

E eu sei que a probabilidade de que você leia aqueles bilhetes é quase nula, mas eu continuo escrevendo.

Na realidade, eu prefiro que a possibilidade seja nula.

Você está com outro alguém, está feliz (você me disse), então eu fico longe.

É bem difícil às vezes, sabe, me manter afastada. Mas eu o faço por respeito a ti.

20h42

Escrevo porque há muitas coisas que eu gostaria de compartilhar contigo. E muitas coisas da sua vida que eu gostaria de perguntar. Mas não posso.

Digo, sei que se eu mandar uma mensagem você vai me responder. Podemos até conversar.

Mas é preciso que eu tome cuidado.

Quando fico nervosa sobre meu TCC, penso em te mandar uma mensagem. Ou quando meu pai ficou sem andar por conta das hérnias, eu queria falar contigo como as coisas aqui em casa andaram difíceis. Não falei. Mas te escrevi algumas cartas.

E foi como se você estivesse presente.



20h46

Acho que pisei na bola feio.

Mas sabe qual é a coisa mais bacana sobre o tempo? Apesar de não podermos mudar o passado, podemos aprender com ele. E em teoria, não sabemos nada sobre o futuro, mas o que fazemos no presente pode influenciá-lo.

Bem doido, não?

Então, todos os dias, o que eu faço? Eu deito na cama de noite, rezo minhas orações, agradeço por tudo e lembro de como seu rosto encaixa perfeitamente nas minhas mãos para que eu te acaricie.

E então peço a Deus que um desses caminhos que eu posso traçar no presente me leve a ti no futuro.



20h48

E da próxima vez que nos reencontrarmos, Pão, eu não vou mais te deixar ir.


20h50

Você tem razão em uma coisa: eles não nos entendem.

Como poderiam?

E isso importa?

O que importa é que nós entendemos. Sempre foi assim.

Sempre foi uma loucura, mas sempre foi nós dois, a dupla dinâmina.

Então... eu vou ser uma boa menina. Talvez se eu mudar, crescer, evoluir. E se você mudar, crescer, evoluir. Talvez aí você me reencontre.

20h56

Esse é o desejo mais profundo do meu coração.

E você é meu único amor.

Até breve.


  [Voltar]  


Comentários

Comentários (4)




Para fazer comentários, realize o login.





Sexta-feira, 06 de Dezembro de 2019 às 09:16
só posso te desejar forca. Sei que isso que ta passando não deve ser fácil. da pra ver sentimento em cada palavra aqui escrita.

(
1
)
(
0
)

Terça-feira, 03 de Dezembro de 2019 às 08:38
As coisas que vc escreve são lindas.
A gente chega a sentir o coração palpitar, quase que no mesmo sofrimento.
Eu te entendo, mas não tenho como ajudar mais do que te desejar FORÇA.

(
2
)
(
0
)

 pegaso
Segunda-feira, 02 de Dezembro de 2019 às 22:25
Mas você é linda, cultive sua beleza interior, e procure alguém que faça o mesmo, isso trás a felicidade. Você não precisa de remédio pra ser feliz, a vida tem muita coisa boa pra oferecer, ela é brilhante por si só. Acredite em voce. Beijos.

(
0
)
(
0
)

 pegaso
Segunda-feira, 02 de Dezembro de 2019 às 22:23
Essa dor não é fácil...só pode ser superada pela dor da morte, mesmo assim, dói muito...força.

(
0
)
(
0
)

 

Últimos Acessos


 

Destaque

    Twitter Facebook Orkut